Supernatural e Fringe – Os 21’s

SUPERNATURALImportantes revelações dominaram os dois episódios essa semana.

Mais uma vez, Supernatural manteve o curso de clímax da temporada, enquanto Fringe, depois de um episódio ‘avulso’, voltou a mesclar casos isolados com a folclore da série, que nesse momento gira em torno do paredeiro de Peter e a grande surpresa sobre quem veio do outro universo em “The Man From The Other Side”…

 

Supernatural – 5.21 – Two Minuts To Midnight

SUPERNATURAL O penúltimo episódio da 5ª temporada continuou do ponto alto que encerrou seu anterior: a proposta de Crowley para entregar a Morte em troca de um emprétimo da alma de Bobby.

Mas antes de sabermos de Bobby topou ou não a oferta, acompanhamos Sam e Dean na caçada à Peste, o Terceiro Cavaleiro. Em uma clínica pra lá de sombria, onde humanos e demônios se confundem, o Dr. Doença espalha sua essência e derruba tantas vítimas quanto pode. Pouco antes de partir para lá, Dean recebe uma ligação de Castiel, que esteve desaparecido desde sua grande batalha para salvar os Winchesters de Miguel e agora está internado em um hospital, mais humano do que nunca, sem poder contar com seus poderes angelicais. Mas isso não o impede de aparecer (depois de pegar um ônibus! rs) para ajudar os irmãos quando eles são ‘infectados’ pela essência da Peste no confronto esperado. É Cas quem salva os Winchesters novamente, botando para quebrar e conquistando o Terceiro Anel para compor a chave que prenderá Lúcifer novamente em sua jaula.

Finalmente, de volta à casa de Bobby, os garotos tem a notícia de que ele emprestou sua alma para Crowley. Claro que, mais uma vez, não passava de uma bela armação do capa preta para manter o dele fora da reta, já que enquanto a alma de Bobby estivesse sob os cuidados dele, os Winchesters não poderiam matá-lo, e Crowley só pretende deixá-los em paz quando estiver certo de que Lúcifer está bem preso e longe de alcançá-lo. Em troca de uma alma tão valiosa, Crowley deu a Bobby a oportunidade de voltar a andar… E claro que não faltou o momento infame, quando Sam questiona se Bobby beijou Crowley e o sarcástico mostra até a foto que tirou do beijo… rs

Então, enquanto Sam, Cas e Bobby vão impedir que o vírus Croatan se espalha através da vacina contra gripe suína que Brady tratou de deixar encaminhada no episódio anterior, Dean e Crowley partem em busca do último Cavaleiro do Apocalipse: a Morte, que está preparando um tempestade para devastar Chicago.

Eis que o grande momento tão esperado enfim acontece. O encontro entre Dean e a Morte, anunciado ao som de “Oh Death” em um suspense pra lá de sombrio…. E esse foi o ponto alto do episódio, que trouxe a grande revelação, e que vista agora deveria ter sido tão óbvia a nós, telespectadores, muito antes de acontecer… O raciocínio é simples: se Lúcifer depende da Morte para conseguir almas ao seu Inferno, então a Morte não passa de um cachorrinho preso às vontades do demo enquanto ele está livre por aí! A Morte é muito mais poderosa até mesmo do que Deus, e revelou à Dean que mesmo O Todo Poderoso será ceifado um dia…. Então propõe um acordo ao Winchester: ele lhe entregará o anel em troca da promessa de que Dean não impedirá Sam de pular na jaula para atrair Lúcifer, já que ele é o único que pode detê-lo. Se não cumprir a promessa, voltará para puxar o seu pé….. É óbvio que Dean concorda, mesmo sabendo que depois terá de enfrentar grandes consequencias, seja lá o que aconteça na grande batalha entre Sam e Lúcifer. Acordo feito e Chicago à salvo, a Morte passa o manual de instruções da chave da jaula de Lúcifer para Dean.

O garoto volta para casa e conta a Bobby sobre o pacto, mas Bobby diz à ele que deveria ter mais confiança no potencial de Sam em derrotar o Demo, afinal, se a própria Morte, que está com uma visão privilegiada da situação, acredita que ele pode, então é porque ele realmente tem esse potencial todo. Além disso, após anos lutando contra o Mal, e somando a sede de vingança que Sam tem dentro de si após perder todos que amava em vida, restando-lhe apenas Dean e Bobby, então o acerto de contas promete mesmo ser eletrizante!

Com isso, caminhamos para um episódio final cheio de tempero e expectativas: Bobby estará na batalha com direito à pernas novas e mais feroz do que nunca, Cas deve se recuperar ou não em sua condição de Anjo, Dean tentará a todo custo proteger Sam enquanto ele trava a grande batalha com Lúcifer e anjos e demônios podem dar as caras para dar um plus ao momento. Só acho que, com o andar da carruagem, O Deus não deverá aparecer…. Mas, ainda podemos nos surpreender, não é mesmo…

Ah, e o episódio precisa ainda dar a deixa para a próxima temporada! Provavelmente ela está intimamente ligada à luta entre Sam e Lúcifer, onde muitas coisas ainda serão esclarecidas, como desde onde o plano de Lúcifer está em execução (dada a deixa que Brady entregou na semana passada) e o quão poderoso Sam está na condição de receptáculo do Malvadão…..

 

Fringe – 2.21 – Northwest Passage

914aefa379efbfb375cb3397f8bbe084-300x195 Após a quebra na sequencia da temporada que o último episódio causou, Fringe retoma o fio da meada, mas no final acaba deixando a gente um pouco perdido….

Tudo começa com Peter tomando café em uma lanchonete de beira de estrada. Depois de deixar o hospital, ele está vagando sem destino certo, em busca de respostas para tentar entender quem ele é. Ele então faz amizade com um garçonete, que deveria encontrá-lo após o trabalho mas termina desaparecendo misteriosamente. Ao contar para a polícia local seu quase-encontro, ele é detido para um interrogatório, mas no meio do caminho o corpo da moça é encontrado. Adivinhe só: sem o lóbulo temporal, que foi cirurgicamente retirado de seu cérebro.

O Bishop filho então explica a parte possível da história para a Xerife Mathis (participação de Martha Plimpton. Lembra dela como a Stef em Goonies?!!) e seu parcerio Bill, revelando a desconfiança de que Newton está por trás do crime para tentar descobrir o paradeiro de Peter através das informações armazenadas no cérebro. O problema é que pouco tempo depois Bill também desaparece, e Peter vira um parceiro temporário de Mathis na busca pelo policial.

Logo outro corpo é descoberto, e apesar de estarem esperando que fosse o de Bill, pertence à uma moça sem qualquer ligação com Peter, quebrando sua teoria e deixando-os perdidos. Ao encontrar a caminhonete da segunda vítima na floresta, eles traçam um plano de busca para localizar o local onde as cirurgias foram realizadas, e chegam até uma fazenda de leite desativada.

É aí que o episódio se perdeu, quando descobrem que o crime não passou de uma homicídio cometido por um homem qualquer, sem qualquer ligação aparente com Peter. Mas então como Bill estava preso lá no laboratório da fazenda e por que o rapaz tinha um laboratório tão preparado naquele local? E porque o jovem ia retirar o cérebro das moças?? Não faz sentido algum!! Para mim ele é apenas um laranja para a situação que veio logo a seguir, e que será melhor detalhada no próximo episódio.

Do outro lado, Walter está com problemas para tentar viver sem a ajuda de Peter ou uma babá, com medo de que o filho não volte mais e o mandem de volta para o hospital. É então que Olívia conta à ele que descobriu o paradeiro de Peter (na verdade uma revelação do próprio Peter ao chefe da divisão Fringe) e os dois partem em busca do rapaz, que está em Washington.

O problema é que não chegarão a tempo…. Enquanto Peter escuta o cd que a garçonete do começo do episódio gravou para ele, Newton aparece para anunciar a chegada tão esperada do homem que veio do outro universo e que comprova minhas suspeitas do último episódio: Walternativo!!!!! Ele mesmo!!

Por isso eu acho que o tal homicida é só um laranja para a caçada de Walternativo, que queria chegar até Peter. Só isso explicaria o labotarório tão preparado no meio do nada e a retirada dos lóbulos temporais, dando algum sentido à história, que se fosse mesmo concluída da forma que se apresentou, não passaria de mais um episódio solto na temporada.

Mas o mais importante é que teremos um fim de temporada quentíssimo, com uma tremenda batalha entre os dois Walter por um único Peter! O episódio será inclusive dividido em duas partes…. O que eu me pergunto é se dessa vez terminaremos com tanta angústia quanto na primeira temporada, quando Olívia foi jogada para o outro universo e ninguém sabia se ela voltaria ou não para cá, coisa que só foi revelada com a volta da segunda temporada….

1 comentários:

Adelson (TD Séries) 10 de maio de 2010 21:04  

Oi, Letícia!

Eu continuo com a mesma opinião da semana passada: enquanto Supernatural continua fantástico, nos preparando para o episódio final, Fringe deixa tudo de lado e conta histórias sem sentido. A não ser que sua teoria esteja correta e que o novo caçador de cérebros tenha algo a ver com os grandes vilões da história.

Achei o máximo Bobby ter ganho suas pernas de volta! Sempre imaginei que fosse Deus quem as devolveria, mas foi justamente um demônio.

Quanto a Fringe, nossa maluca teoria do outro Walter em nosso universo foi confirmada. Como será o confronto entre os dois, entre o Walter são e o pirado?

Espero ansioso pelos episódios desta semana!

Um abraço!

Related Posts with Thumbnails
.
Aqui você encontra
Comunicação, música, cinema, arte, publicidade, literatura, entretenimento, mundo e outros devaneios...
.
.
A loucura é uma ilha perdida no oceano da razão.
(Machado de Assis)
.
.