Zouk Zouk Zouk!!!

imageSe alguns ainda insistem em considerar o zouk como a ‘dança proibida’, só quem dança para saber o quanto é bom!!!

O estilo é pra lá de envolvente, encanta quem dança e quem assiste e vem conquistando cada vez mais adeptos no país.

Por isso, os que puderam conferir o 4º Congresso Mundial de Zouk do Brasil que aconteceu durante o feriado em SP devem ter saído felizes....

A capital paulista recebeu, de 27/10 a 2/11, a 4ª edição do Congresso Mundial de Zouk do Brasil, coordenada pelo maior divulgador e um dos principais nomes da dança caribenha no país, o professor Philip Miha. O evento teve 45 oficinas de zouk nos níveis iniciante, intermediário e avançado, cinco bailes, além de palestras, debates, exposições e shows com professores de vários Estados brasileiros.

O Zouk é um gênero musical originário das Antilhas e está presente em vários ritmos brasileiros, com grande influência na região Norte - especialmente no Pará e Amapá. Estudos acreditam que a sua base rítmica pode ser oriunda da cultura árabe.

Não é a toa que a palavra significa ‘FESTA’. Só quem dança o zouk ou já participou de um baile de zouk de verdade sabe o quanto esse ritmo envolve e conquista quem pratica. É mais do que uma forma de expressão corporal, é um estilo único. Há sim muita sedução, sensualidade e calor na dança, mas jamais podem ser considerados atributos que beirem qualquer julgamento precipitado. O zouk, assim como qualquer outro estilo de dança de salão, é uma forma de arte. E assim como há o respeito por cada passo executado, há um respeito ainda maior pelo parceiro com quem se dança, afinal, sem sintonia, não há dança.

No Brasil o estilo também é frequentemente citado como uma evolução da lambada. Daí a apologia à ‘dança proibida’. Mas isso é pura bobeira de quem morre de vontade de aprender e não bota a cara a tapa. Vai lá, arrisca, sinta a emoção de ver seu corpo livre, conheça mais seus próprios limites, não tenha medo! Dançar e libertar sua alma!!

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails
.
Aqui você encontra
Comunicação, música, cinema, arte, publicidade, literatura, entretenimento, mundo e outros devaneios...
.
.
A loucura é uma ilha perdida no oceano da razão.
(Machado de Assis)
.
.