Mais…

felicidadeNão sei fazer poesia. 
 
Nunca foi meu forte.
 
Mas eu sei dizer o que quero.
 
E eu quero mais....
 
Eu quero mais. Simples assim.
 
Aquela sensação de euforia se foi.
A poeira encobriu tudo por um tempo e agora foi levada pelo vento.
E quando a tempestade passa finalmente nos damos conta do que realmente queremos...
 
E o que eu quero é mais.
Mais que uma noite.
Mais que um bate-papo agradável.
Mais que um retrato na parede.
Mais do que a minha mente é capaz de vislumbrar.
 
Não gosto do complicado, por isso não complico.
Quero o simples.
Só isso.
 
Chega de dramas.
Chega de novelas mexicanas.
Chega de desculpas mirabolantes.
 
Quero aquele olhar que diz tudo sem precisar proferir uma única palavra.
Quero dedicação.
Quero paz para a alma e o coração.
 
Quero a louça por lavar na pia da cozinha.
Quero chinelos espalhados pela casa.
Quero deixar de comprar aquele vestido tão desejado porque gastei o dinheiro no brinquedo que eles tanto queriam.
 
Quero conhecer a Itália, a Austrália, Bulgária, a Malásia e a Somália.
Quero saltar de asa delta, mergulhar em águas profundas e voar em um caça.
Quero ficar sozinha em uma praia deserta só pensando em tudo que já vivi e no que ainda tenho pela frente.
 
Quero correr. Correr como se buscasse algo que ainda não sei o que é.
Quero aplacar a ansiedade e necessidade por movimento constante que toma conta de mim.
Mas não. Não quero parar. Nunca.
 
Porque eu quero mais...

2 comentários:

Marcello 19 de agosto de 2011 13:19  

Bom.. esse post é antigo, acho q vc nem vai ver o comentário.. mas vou deixar assim mesmo ehehe (aliás, não sei como ninguem comentou nesse post kkk...)

Tive um professor que me disse uma vez que "a poesia não é um conjunto de rimas, mas sim de ritmos".. eu gosto mto dessa definição, e se partirmos por ela, vc sabe fazer poesia ehehe

E quanto ao 'querer mais' aí... vc quer bastante coisa heim kkk mas brincadeiras à parte, mto bonito o texto, acho q o li num momento em q eu precisava.. tô naqueles dias em que um simples dislumbre de uma possibilidade já me animaria ahaha..
;)

Letícia 20 de agosto de 2011 18:56  

Eu não sei é como você desenterrou esse post!!! rs...

Como eu disse, se formos par ao lado teórico, eu não sei fazer poesia. Aquela poesia lírica, shakesperiana, que tira até a respiração... Mas eu acredito que a poesia está na alma. Então, em algumas momentos, todos nós somos meio poetas...

E sim, concordo que eu quero bastante coisa! rs... Mas acima de tudo, quer o simples! O hoje, o agora... Que bom que de alguma maneira o texto te ajudou... Escrever é algo que ajuda o escritor, antes de qualquer coisa. Mas se ajuda também algum leitor, então é uma realização maior...

Obrigada pela visita!

Bjs

Related Posts with Thumbnails
.
Aqui você encontra
Comunicação, música, cinema, arte, publicidade, literatura, entretenimento, mundo e outros devaneios...
.
.
A loucura é uma ilha perdida no oceano da razão.
(Machado de Assis)
.
.