E ele se fez ver novamente… Oh, Super Bowl!

imageE quem se importa se o Giants detonaram o New England Patriots em Indianápolis na noite de ontem…. Fato é que o Super Bowl se tornou POP! Mais do que o maior evento esportivo americano, a 46ª edição provou mais uma vez que o grande trunfo do SB é seu potencial para atrair os olhares do mundo, não importando se o espectador gosta de futebol americana ou não (nem mesmo se ele entende o esporte). Madonna esteve presente, fez o show do intervalo e comprovou a teoria na prática batendo a audiência do ano passado…

Há alguns anos o Super Bowl deixou de ser apenas o maior ícone esportivo estadunidense. Desde que o show do intervalo foi descoberto como um poderoso atrativo para os não amantes de futebol americano, a receita perfeita para o recorde de audiência se fez. E mais do que isso, consegue o feito de se superar a cada ano!

E daí que um “touchdown” no último minuto garantiu aos New York Giants a vitória na final da Liga norte-americana de futebol americano (NFL). O negócio é que a Madonna estava lá! E o Cee Lo Green também! Junte então um dos favoritos da galeria esportiva com a rainha do pop e o resultado será uma audiência que superou o recorde de 111 milhões de telespectadores no Super Bowl do ano passado (e vale lembrar que quem estava lá na ocasião era  The Black Eyed Peas, ao lado de Slash, em uma apresentação que muitos julgavam imbatível!! – Eu, particularmente, apesar de gostar de Madonna, ainda fico com a do ano passado. Consequencia talvez do ritmo musical mais up ou da simples lembranças do show no Morumbi).

O mundo publicitário, como era de se esperar, foi à loucura: 3,5 milhões de dólares por um bloco de 30 segundos (quantas décadas mesmo eu tenho que trabalhar para ganhar metade disso???).

No show do intervalo, a rainha do pop (velha e recém operada ela manda muito melhor o que muita garotinha metida à super-eu-sou-o-máximo-do-mundo por aí…) liderou 12 minutos de extase para o público: “Vogue”, "Music", "Ray of Light", "Holiday" e "Express Yourself” estiveram entre os sucessos que levantaram o público. Some também ao cálculo a participação de Cee Loo Green, M.I.A., Nicki Minaj e LMFAO, alguns efeitos visuais espetaculares, uma estrutura de dar inveja e…. Ãh? Black Eyed Peas se apresentou no ano passado? Nossa, quem lembrou isso?!…..

 

 

A parte boa é que, para felicidade geral da nação, Kelly Clarkson (e daí que ela ainda tá meio gordinha, meu! ainda canta muuuuito!) fez bonito no hino nacional (sem repetir as gafes de Aguilera ou pagar peitinho à la Janet Jackson). Só quem saiu chorando foi Tom Brady (visivelmente nervoso e mesmo assim lindo), mas aí a Gisele consolou ele e ficou tudo certo, né….

 

 

“Mãeeeeee, compra um ingresso para o Super Bowl do ano que vem!!!! Eu não sei quem vai cantar nem quem vai jogar, mas eu quero ir!!!!!”…..

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails
.
Aqui você encontra
Comunicação, música, cinema, arte, publicidade, literatura, entretenimento, mundo e outros devaneios...
.
.
A loucura é uma ilha perdida no oceano da razão.
(Machado de Assis)
.
.