Antes da Meia Noite

Nova Imagem (2)Todos que viveram um pouco da boa leva cinematográfica na geração anos 90 certamente conhecem a história de Celine e Jesse, os jovens que se conhecem em um trem e vivem um romance de uma noite em Viena em “Antes do Amanhecer”.

Pois nove anos depois o longa ganhou uma continuação com “Antes do Por do Sol” e agora terá a trilogia encerrada com “Antes da Meia Noite”.

Filmado sem alarde e sob sigilo na cidade de Messínia e exibido pela primeira vez no Sundance Festival, no início deste ano, Antes da Meia-Noite (Before Midnight, 2013) tem estreia marcada para 7 de junho no Brasil. O filme vai encerrar a trilogia do diretor Richard Linklater iniciada em 1995 e que teve sequência em 2004.

Em “Antes do Amanhecer”, Jesse (Ethan Hawke) e Celine (Julie Delpy) são dois jovens que se encontram em um trem na Europa e decidem passar um dia romântico em Viena. “Antes do Pôr-do-Sol” mostra o reencontro do casal nove anos depois pelas ruas de Paris, onde Jesse está promovendo seu livro, que conta a primeira noite dos dois. Agora, novamente após nove anos, reencontraremos os dois, casados, passando férias na Grécia.

Na continuação desse romance apaixonante, Jesse e Celine encaram o passado, presente e futuro; família, romance e amor. Antes de o relógio marcar meia-noite, a história desse casal irá se desenrolar novamente. E o capítulo final da cultuada série com o casal vem sendo incensado pela crítica norte-americana – no site Metacritic, que tira a média das avaliações atribuídas pelos resenhistas da imprensa do país, está com nota 97.

Mas para quem acompanha a saga desde o início, o mais gostoso é termos em mãos uma história que acontece em tempo real, ao longo dos anos, com todas as memórias, momentos e rugas (sim, rugas e mais rugas para Hawke e Delpy, que simbolizaram como ninguém o casal Jesse-Celine). Afinal, não é assim que a vida acontece? Feita de momentos, lembranças e rugas? Só cabe à você decidir se serão rugas de realização ou insatisfação…

Dirigido novamente por Richard Linklater (“O Homem Duplo”), que esteve a frente dos outros dois filmes, o roteiro é resultado de uma parceria entre o diretor e outros três colaboradores, dentre eles Hawke e Delpy. E para quem não sabe, há uma história tocante por trás dos longas… Amy Lehrhaupt, inspiração do próprio Linklater para a personagem de Celine em sua série de filmes, morreu. Ao conhece-la em 1989, o diretor passou uma noite caminhando pela Filadélfia e a experiência o fez criar a história inicial do filme. A história é ainda mais triste porque o diretor só ficou sabendo da morte de Amy há pouco tempo – e soube que ela foi vítima de um acidente de motocicleta que aconteceu antes mesmo do primeiro filme ser lançado.

 

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails
.
Aqui você encontra
Comunicação, música, cinema, arte, publicidade, literatura, entretenimento, mundo e outros devaneios...
.
.
A loucura é uma ilha perdida no oceano da razão.
(Machado de Assis)
.
.