30 coisas que meus 30 anos me ensinaram

De repente 30! O tempo passou rápido, quase voando... Mas existe uma coleção maravilhosa de histórias que me fizeram chegar até aqui. E não há motivos para temer o tempo: existe uma magia única em envelhecer, sobre a qual já falei aqui no blog... 

E hoje é dia de falar sobre mais algumas lições aprendidas nessa caminhada...


1 Não tenha medo de envelhecer. A experiência nos reserva os melhores anos de nossas vidas.

2 Escute quando sua mãe te manda levar uma blusa porque vai esfriar. A sabedoria dos mais velhos só começa a fazer sentido quando nós nos tornamos mais velhos. Então acredite, eles tem razão. E nós ficaremos iguais a eles, querendo ou não.

3 Sorrir faz bem para a alma, coração e para quem está perto de você. Para alguns faz mal, mas em geral você vai descobrir que o que essas pessoas pensam a seu respeito não te interessa.

4 Fotos são uma das melhores maneiras de guardar boas lembranças. Mas com o tempo você percebe que mais vale uma lembrança bem vivida do que passar toda ela registrando fotos ao invés de viver a experiência.

5 Que fazer planos é importante, mas nunca pode ser mais importante do que viver o seu hoje como se não houvesse amanhã. O hoje já não está sob controle, o que dirá o amanhã...

6 Cuidar da saúde desde cedo é sim primordial. Depois dos 20 você começa a entender isso, quando perde a capacidade metabólica de emagrecer 2 kg com uma caminhada de 30 minutos, mas perto dos 30 sentirá os efeitos do descaso quando precisar correr 1 hora para perder 200 calorias suadas – que provavelmente vai recuperar no jantar.

7 Que ser realista desde cedo te reserva uma enorme vantagem competitiva quando os outros ainda estão sonhando e você já está realizando.

8 Que nunca é tarde demais para começar.

9 Que você vai sim, quando menos espera, se decepcionar.

10 E quando se decepcionar, chore, bote pra fora e guarde dois ou três dias para ficar triste. Depois levante, sacuda a poeira e siga em frente, sem jamais esquecer ou deixar de lado os ensinamentos que cada decepção te trouxe. Essas situações servem para nos tornar pessoas melhores se soubermos aprender com cada lição que a vida nos traz.

11 Tecnologia é bom, desde que você não se torne escravo dela. É ótimo ter alguém com quem falar a qualquer momento e saber que um aplicativo pode nos aproximar de quem amamos e está tão longe. Mas quanto mais você puder, tente estar presente com essas pessoas no mundo real. E quando estiver com elas, desconecte-se e aproveite cada segundo. Ou não fará sentido algum querer que a tecnologia te aproxime delas quando estiverem longe.

12 Nunca deixe de sonhar. É importante ser realista e ter os pés no chão, mas são os sonhos que nos movem adiante. Eles são o combustível de nossa alma e nossa melhor fonte de energia. Apenas não os deixe apenas na esfera da idealização. Realize!

13 Agir por impulso às vezes é bom. Se você segue uma vida toda planejada e não viaja sem pelo menos uma semana de antecedência, com tudo organizado, se dê ao direito de ser impulsivo pelo menos uma vez. As melhores surpresas – e as melhores pessoas – algumas vezes vêm dos atos mais impensados.

14 Respire. O mundo não vai acabar se você parar por um segundo para tomar fôlego. Corremos tanto, sempre e por tantos motivos que nos esquecemos de respirar para seguir em frente sem correr o risco de perder o controle.

15 Ame. Não importa quem, mas aprenda o verdadeiro sentido de amar. Nem sempre o amor está relacionado ao conceito tradicional de um casal. O amor verdadeiro vem das formas mais inesperadas, da inocência de uma criança à tolerância de um idoso. Mas ame e aprenda toda sabedoria que esse sentimento – em sua essência mais pura – é capaz de trazer. Isso pode nos tornar pessoas melhores.

16. Treine a habilidade da paciência durante toda sua vida! Quando se é jovem, o sentido de urgência e liberdade não nos permite ser pacientes. Quando nos tornamos adultos, melhoramos essa capacidade, mas ela começa a se perder com a rotina e as cobranças da vida. Então treine em cada segundo que puder essa paciência, pois você precisará mais e mais dela com o passar dos anos, quando os adultos que foram pacientes com você durante a adolescência ficarem mais velhos, ansiosos e impacientes e precisarem do seu carinho e atenção – e paciência! – de volta.

17 Experimente sair sozinho. Deixe de lado os medos, preconceitos e tente, pelo menos uma vez, curtir um tempo com você mesmo. É um modo de se conhecer melhor e saber lidar melhor com os próprios sentimentos, ganhar mais segurança e ainda se divertir um bocado observando uma série de situações ao seu redor. As pessoas vão te olhar de modo estranho, vão falar, mas nada é mais prazeroso do que saber que você é capaz de ser realmente independente enquanto elas precisam de alguém ao lado para se auto afirmar, mesmo sem entender que pode ser só uma ilusão.

18 Não tenha medo da solidão. Aquela frase “nascemos sozinhos e morremos sozinhos” é verdadeira. E você vai entender isso quando passar por algumas das situações mais delicadas, tristes ou angustiantes e perceber que, no fundo, terá que lidar com elas sozinho. Pode ter uma multidão ao seu redor, mas só você tem as respostas que precisa para resolver seus próprios conflitos. Pior do que a solidão é o sentimento de solidão a dois ou no meio de uma multidão. Então aprenda a lidar com isso. Vai fazer parte da sua vida, quer você queira ou não.

19 Dance como se ninguém estivesse te vendo. Nada é mais libertador do que dançar. Traz alívio, leveza, prazer e uma sensação infinita de liberdade. Talvez uma das melhores sensações da vida (depois de outras duas talvez). Então sempre que puder, dance! Nem que seja na sala da sua casa sozinho num sábado à noite chuvoso, mas liberte-se sem medo de ser feliz.

20 Cante no chuveiro. E foda-se a sociedade (ou os vizinhos do prédio). Cantar é uma das mais belas formas de expressão da alma – depois de dançar. Então não se acanhe. Nem todos foram feitos para palcos e microfones, mas os chuveiros foram feitos para todos!

21 Não deixe que um ponto de interrogação durma ao seu lado todas as noites. Nada é pior do que uma situação mal resolvida, não importa qual seja o assunto. Deixe seus medos de lado e tente resolver o quanto antes tudo aquilo que te impede de dormir em paz. A vida já é suficientemente complicada para que você deixe de dormir nas poucas horas que tiver – e acredite, em alguns momentos da sua existência serão bem poucas mesmo, quase um hobby.

22 Entenda que amores vêm e vão, que todos serão importantes para sua história, mas que amor de verdade não tem medo ou complicações. Sabe quando você insiste em dar murro em ponta de faca? Repense se realente vale a pena. Quando um amor é grande e verdadeiro mesmo, não há barreira que resista por tanto tempo. Se tem algo que vive impedindo a sua felicidade, então talvez não seja pra ser. Coloque um ponto final, vire essa página e saia em busca de novas histórias. Você pode se surpreender.

23 Nunca beba álcool de estômago vazio. Isso não termina bem.

24 Não seja escravo da beleza, da moda, da tendência, da amiga e de ninguém. E nem gaste muito dinheiro com isso. Invista apenas o necessário para se sentir bem e encontre seu próprio jeito de ser. Com o tempo você vai entender que uma viagem e uma experiência bem vivida valem muito mais que qualquer batom da Mac, figurino da Ralph Lauren ou perfume da Carolina Herrera.

25 Viaje. Muito. Tanto quanto puder! Tenha sempre um cofrinho de economias para fazer pelo menos uma viagem por ano, nem que seja para a cidade ao lado da sua. E vá de peito aberto, com olhos atentos aos menores detalhes. Conhecer lugares, culturas e pessoas novas serão o bem mais precioso e as melhores lembranças que você poderá colecionar.

26 Valorize sua família. A de sangue e também aquela que você escolher como sua. Nem tudo serão flores e vocês terão momentos difíceis sim. Mas são eles que estarão ao seu lado quando você mais precisar e serão sua referência de vida ao longo dos anos.  E é deles que você sentirá saudades quando partirem.

27 Não deposite seus sonhos em ninguém. Eles são seus sonhos, sua responsabilidade e só dependem de você. Não é justo culpar ninguém se você não conquistar o que quer. A verdade é que só depende de nós. Nem sempre é fácil tomar algumas decisões quando é preciso, mas isso não te dá o direito de culpar ninguém pelos seus sonhos não realizados.

28 Não acredite em tudo que você lê, mas leia tudo que puder. Quanto mais informação, mais conhecimento para que você possa chegar às suas próprias conclusões. E torne-as o mais sensatas possível, baseadas em argumentos lógicos que você seja capaz de explicar se preciso.

29 Não seja muito fervoroso ou enérgico, para nada. Você tem o direito a ter suas crenças, fé e ideologias, mas também tem o dever de respeitar a opinião, crença, fé e ideologia do próximo. O segredo da vida e da boa convivência em sociedade é o equilíbrio. Tente encontrar o ponto ideal entre ter algo que te motiva, mas não te escraviza.

30 Entenda que a cada novo ano que você completa não é menos um para viver, e sim mais um para acrescentar à sua história para tornar o próximo capítulo ainda melhor.... Quanto mais experiências temos, mais somos capazes de entender quais são as coisas mais valiosas e importantes de nossa vida. Então não tema suas rugas. Veja-as como lembretes de que os melhores dias da sua vida ainda estão por vir. E que jamais você poderá colecionar todos os aprendizados que reuniu ao longo dos anos em 30, 40 ou 50 itens em um pedaço de papel... Apenas olhe rapidamente para o seu passado e resgate tudo que você conquistou. Então olhe para a frente, sorria e dê um novo passo para mais um ano incrível de sua vida =)

Bem-vindo, 30!



0 comentários:

Related Posts with Thumbnails
.
Aqui você encontra
Comunicação, música, cinema, arte, publicidade, literatura, entretenimento, mundo e outros devaneios...
.
.
A loucura é uma ilha perdida no oceano da razão.
(Machado de Assis)
.
.